Mapas mentais aplicado ao mercado de seguros



Uma das tendências de abordagem atual, o mapa mental consiste no registro de informações importantes por meio de um esquema de diagramas. Além de ser o queridinho de quem busca técnicas de raciocínio, a prática auxilia também na memorização e aprendizado.

No entanto, sua eficiência está além disso: por representar ideias com maior riqueza de detalhes, serve como ferramenta para ilustrar ideias e conceitos, dar-lhes forma e contexto, traçar os relacionamentos de causa, efeito, simetria e/ou similaridade que existem entre elas e torná-las mais palpáveis e mensuráveis, sobre os quais se possa planejar ações e estratégias para alcançar objetivos específicos.

Além disso, a construção do mapa mental facilita você raciocinar sobre aquilo que você está estudando, ou pelo projeto que está trabalhando. Ela estimula também seu raciocínio porque tem um formato radial, onde você vai colocando ramos sem limite.

Utilizando o mapa mental para a sua corretora

Apesar de fácil, a execução de um mapa mental requer uma clareza do processo para que o mesmo cumpra o seu papel efetivo. Focando no mercado de seguros, sugerimos etapas para facilitar esse processo:

1) Defina sua ideia central. Ela irá nortear o seu mapa mental, em caso de corretoras de seguros podemos pensar em alguns tópicos, como, por exemplo:

• atendimento em caso de sinistro;

• realização de cotação;

• repasse de comissão;

• co-corretagem;

• relacionamento com clientes;

• resolução de algum problema.

2) Defina ideias secundárias. Elas darão sentido para a ideia central e por isso precisam se relacionar com a mesma. Seguindo as ideias anteriores, pode ser o passo a passo para cada uma das situações, demonstrando o que o colaborador deve fazer.

Por exemplo, em um atendimento ao cliente, pode-se listar as perguntas a serem feitas, realizando o caminho diagramático a ser traçado pelo funcionário durante a resolução do problema, e as alternativas que o atendente tem para direcionar o cliente após as perguntas.

3) Deixe espaço para as ideias. Isso é fundamental. Um dos pontos mais importantes da elaboração de mapas mentais é que, devido a sua visualização imagética, ele permite uma exacerbação do processo criativo, bem como ver as soluções de forma diferenciada, permitindo o surgimento de novas ideias para os procedimentos operacionais da corretora.

O indicado nessa situação é deixar fluir: afinal, é justamente aí que, juntamente às melhores soluções de TI você encontrará diferenciais na solução de problemas e operação estratégica do seu negócio.

materiais em destaque

Blog

Infocap participa do Empreender UNE

No último sábado, dia 23/03/2019, a Infocap participou do evento promovido pe... Continuar Lendo

Blog

As vantagens da tecnologia aplicada no mercado de seguros

2019 chegou e com ele algumas preocupações se tornam cada vez mais latentes n... Continuar Lendo

Blog

Utilizando prospecções ativas e passivas em seu negócio

Falar em prospecção é quase como falar de manter um negócio vivo come... Continuar Lendo

OPS!